Deputados mostram maior apoio à idade mínima e igualdade entre gêneros

Publicado por:

Publicado em :

Um levantamento feito com líderes dos 15 maiores partidos da Câmara dos Deputados mostra que a aprovação da idade mínima na reforma da Previdência tem maior apoio dos parlamentares.

De acordo com a publicação, pelo menos 1/3 dos 466 deputados questionados apoiam duas matérias fundamentais do texto enviado ao Congresso. São elas: a fixação de idade mínima de 65 anos para aposentadoria, com aumento do tempo de contribuição para pelo menos 25 anos, e a igualdade de regras entre homens e mulheres.

Contudo, para a reforma ser aprovada, a Câmara precisaria de 60% dos parlamentares, ou seja, 308 votos.

Por outro lado, outras duas matérias já possuem fortes resistências dos parlamentares: mudanças no Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas) e nas aposentadorias dos trabalhadores rurais. Nesses casos, a proporção se inverte e partidos que respondem por 1/3 da Câmara já se declararam contra.

Segundo informações do Extra, outro ponto de grande interesse para o governo é a regra de transição, que tem atualmente apenas dois partidos da base apoiando o texto integral. Pela nova regra, trabalhadores homens com mais de 50 anos de idade e mulheres com mais de 45 poderão se aposentar pelas regras atuais, pagando pedágio de 50% sobre o tempo de contribuição que ainda falta para se aposentar.

Até o fim do prazo inicial para inscrição de emendas, na terça-feira, foram apresentadas 101 propostas de mudanças com o número válido de assinaturas. Dessas, pouco mais de 40% inscritas por partidos da base do governo, inclusive o PMDB. Depois disso, foi reaberto o prazo e outras emendas foram apresentadas até sexta passada, mas ainda não houve conferência da validação de assinaturas.

Fonte: O globo


Compartilhe esta notícia com os seus amigos


Comentários

Comentários