‘Quem mais ganhou com evento em Monteiro foi Lula’, afirmam jornalistas

Publicado por:

Publicado em :

Os jornalistas Adelton Alves e Ívyna Souto, o médico Sebastião Costa e o comentarista Ruy Galdino participaram na noite desta segunda-feira, 20, do debate no Programa Master News, na Tv Master. O bate-papo abordou a vinda de Lula e da ex-presidente Dilma Rousseff a cidade de Monteiro, para celebrar a conclusão das obras da transposição do Rio São Francisco. Todos estiveram presentes na solenidade.

Em uníssono, todos afirmaram contentes que valeu a pena participar deste momento. “A transposição é a maior obra social”, disse Sebastião Costa. Seguiu dizendo que a presença de Lula reacendeu sua imagem e que este evento repercutiu muito nas redes sociais e televisivas.

Adelton Alves afirmou que quem mais ganhou com o evento em Monteiro foi o PT, pois marcou um novo momento no partido e transpareceu ainda mais a sua conexão com os movimentos sociais. “Recuperaram um pouco da auto estima petista”, declarou o jornalista.

Durante a conversa mencionou também que o discurso do Governador Ricardo Coutinho foi o mesmo da primeira celebração da transposição que contou com a presença do Presidente Michel Temer. “Foi um discurso ideológico, porém verdadeiro”, disse ele.

O evento a cidade de Monteiro foi o momento que propiciou a elevada de auto estima do Partido dos Trabalhadores. A jornalista Ívyna Souto ressaltou que “a auto estima do partido saiu erguida do evento”. Lula em seu discurso na solenidade, destacou a importância do Programa Bolsa Família criado durante o seu governo. Ívyna debateu dizendo que há muitas discussões a cerca do bolsa família, porém devemos considerar que, há muitos casos em que famílias melhoraram sua renda familiar através do programa social e devolveram os cartões do benefício alegando não haver mais a necessidade de recebê-lo.

Leia Também:   “Não tem sentido o Eixo Norte paralisado”, cobra deputado

Já Ruy Galdino realçou que Lula teve todos os méritos por ter tido a coragem de tirar o projeto de transposição do papel, no entanto, isto não justifica o retorno do partido ao governo. “Agradecer a Lula, sim. Votar nele, não”, completou o comentarista.

Créditos: Polêmica Paraíba


Compartilhe esta notícia com os seus amigos


Comentários

Comentários