Deca deseja sair da qualidade de coadjuvante na política, para ter seu próprio espaço – Por Rui Galdino

Publicado por:

Publicado em :

2018: O grande Deca vem aí !

Por Rui Galdino Filho ( advogado e jornalista )

Sabemos que na política tem muita gente que não merece mais o voto do povo. Aliás, acredito que a eleição do próximo ano, vai ser bastante diferente e haverá enormes surpresas, ou seja, tem político que já da como certa a sua reeleição, confiando exclusivamente na força do dinheiro e também tem gente, que mesmo com pouco ou sem nenhum dinheiro, deverá ser eleito em 2018.
Em virtude de toda essa safadeza e corrupção que o país atravessa e de todos esses escândalos que estão vindo à tona, o eleitor brasileiro, e em especial o eleitor paraibano, de tanto sofrer, passar decepção, ser enganado, etc, vai refletir melhor e vai também saber votar com mais independência e muito melhor. Na próxima eleição, por incrível que pareça, o DINHEIRO, não vai mais ser a força maior. E quem entender o contrário, vai gastar muito e terá uma grande decepção.
O que vai prevalecer a partir de então, com relação às campanhas políticas, nesse novo Brasil que começa a ser redesenhado, pelo juiz Sérgio Moro, Operação Lava-Jato, etc, etc, etc, será a força do trabalho, do serviço prestado, da honradez, da dignidade e da honestidade dos futuros candidatos. Vai está em pauta nas próximas eleições e noutras vindouras, PROJETOS, o passado e o presente dos candidatos.
Claro, que o dinheiro também é importante e ajuda muito, porém, essa questão de compra de votos, tanto de eleitores, quanto de lideranças, começa a entrar em extinção. O dinheiro vai ser importante, para que o candidato pobre, médio ou rico, tenha um mínimo de estrutura para fazer sua campanha, no entanto, independente de ser rico ou pobre, o dinheiro não vai ser o principal fator para alguém se eleger.
Digo tudo isso, por que tenho escutado nos bastidores, muita gente “graúda”, dizendo que não pretende mais ser candidato(a), por isso e aquilo, etc. Outros, já pensam em disputar vôos menores, alegando que a campanha vai ser mais barato e que o importante é ter um mandato, etc. Ou seja, aqueles políticos profissionais, já começam a rever seus planos, fato que não acontecia antes. Por isso, a partir de 2018, vamos ter grandes surpresas e muita gente vai sobrar na curva.
Mas, apesar de tudo, também tem pessoas ricas e bem sucedidas, que estão na política de uma maneira ou de outra, e que são gente boa, do bem, trabalhadora, honesta, temente a Deus e que mesmo sendo RICO ou RICA, querem ajudar os seus conterrâneos, a sua cidade e o seu estado. Hoje, falo do empresário paraibano José Gonzaga Sobrinho, carinhosamente conhecido por “ DECA DO ATACADÃO”.
Deca, tem uma história de vida muito bonita. Filho de Seu Ricardo e de Dona Maria do Socorro, nasceu no Sítio Várzea da Cacimba, na época distrito de Uiraúna – PB, cidadão sertanejo oriundo de família humilde, mas que venceu na vida pelo trabalho e a visão de um extraordinário comerciante e empreendedor. Era pobre, porém, trabalhou bastante de maneira honesta e digna, venceu na vida e hoje é um homem rico e bem sucedido, realmente, um grande empresário. Além disso, é o 1º suplente do senador Cássio Cunha Lima e filiado ao PSDB.
Recentemente, assumiu o senado por 04 meses, e foi um baluarte em defesa da Paraíba e seu povo. Fez um trabalho extraordinário perante o Senado Federal e mostrou sua independência e honradez perante os seus pares. Fiel aos seus compromissos políticos, é um homem que pensa diferente, age diferente e que não precisa da atividade política para se locupletar, ou seja, não é um político profissional.
Assim como Deca, tivemos também, um outro suplente, que também fez bonito e honrou a Paraíba quando assumiu o senado e ficou na história: o empresário da comunicação, Roberto Cavalcanti. Temos, um outro ex-suplente, que agora é titular, Raimundo Lira, que dispensa comentários, outro gigante em defesa da Paraíba e seu povo. Mas, o assunto hoje é DECA.
Pois bem. Soube que Deca, passou o comando administrativo e de gestão das suas empresas para seus filhos e que agora vai se dedicar de corpo e alma à política paraibana. Muito bom. Excelente quadro! Não por que seja rico. Nada disso. Um homem que saiu de baixo, venceu na vida com toda a adversidade que se possa imaginar, e hoje é dono de várias empresas nos setores de atacado, distribuição, varejo, lojas de eletrodomésticos e até concessionárias de automóveis, realmente, merece a nossa admiração e respeito.
Além disso, as empresas de DECA, geram em torno de 7 mil empregos diretos e 20 mil empregos indiretos. Já imaginaram? Esse homem precisa da política pra nada? Claro que não! Porém, na última conversa que tive com DECA, ele me disse e me emocionou bastante, que iria se dedicar à política, para poder AJUDAR MAIS a Paraíba e seu povo. Segundo DECA, Deus lhe deu muito mais do que ele merecia, e que agora, através da atividade política, quer dar tudo de si, retribuir e ajudar cada vez mais os seus conterrâneos.
DECA, deseja sair da qualidade de coadjuvante na política, para ter seu próprio espaço. E isso é muito bom e ele merece. Alguns dizem, que em 2018, DECA, pretende se candidatar à deputado federal, outros dizem, que poderá ser candidato a Senador. Bom, seja a que for, até a governador, indubitavelmente, será um extraordinário candidato, pois, é ficha limpa, trabalhador, honesto e quer realmente ajudar o seu povo e a Paraíba.
O grande DECA vem aí!

Leia Também:   Um tsunami ameaça a aliança entre Cássio, Maranhão e Luciano Cartaxo - Por Gilvan Freire

Fonte: polemica

Créditos: rui galdino


Compartilhe esta notícia com os seus amigos


Comentários

Comentários