Cássio é Cássio, para mim, a 2ª maior liderança do estado e se brincar, com força suficiente para se tornar governador em 2018 – Por Rui Galdino

Publicado por:

Publicado em :

Parabéns, Cássio

Por Rui Galdino Filho ( advogado e jornalista )
Meus amigos, minhas amigas, meus caros leitores. Hoje, logo cedo fui acordado com um telefonema de um amigo meu, que também é amigo do senador Cássio Cunha  Lima, e ele efusivamente me indagava: “ Rui, você sabe que hoje é o aniversário de Cássio?” E eu ainda dormindo, perguntei: “De quem”? E ele disse: “ Do senador Cássio, Rui, acorda cara”.

A princípio eu pensei em lhe dar uma resposta e tanto, não por que ele estava noticiando o aniversário de alguém, mas pelo fato de ter me acordado com um telefonema que poderia ser mais tarde. No entanto, como ele é meu amigo e os amigos eu preservo sempre e tenho toda a atenção possível, apenas disse: “ rapaz, sinceramente eu não sei se hoje é o aniversário de Cássio, o que sei é que você me acordou cedo demais, pois, ontem fui dormir muito tarde. Mas, tudo bem!
Então, depois que acordo não consigo dormir mais, e aí passamos a conversar por telefone alguns assuntos, e no final da conversa, mesmo sabendo que eu tenho feito críticas construtivas a Cássio, desde 2014, esse amigo, me pediu para escrever um artigo sobre o aniversário do senador. E eu disse: “tudo bem, mais tarde escrevo sim!” Porém, eu lhe fiz um alerta: “ cuidado, para não dizerem por aí, que eu estou querendo bajular Cássio, você me conhece e sabe que eu sou diferente, tenho minhas posições e não preciso disso!”
Mas, vamos lá. Hoje, realmente é o aniversário de Cássio Rodrigues da Cunha Lima, nascido na Rainha da Borborema, em 05/04/1963, completando hoje portanto, 54 primaveras e que deverá ser comemorado por ele, amigos e familiares. Na verdade, comemorar a vida é sempre bom e necessário, afinal, essa nossa vida é muito passageira e merece ser vivida em sua plenitude. Portanto, PARABÉNS, ao senador Cássio, saúde e sucesso sempre!
Veja como são as coisas na política paraibana. Em 2010, votei em Cássio, para senador da República, votei e trabalhei. Em 2014, Cássio, influenciado por alguns e também com muita sede de poder, resolveu romper com o governador Ricardo na undécima hora, e terminou sendo derrotado por Ricardo, ao governo do estado. Nessa eleição, votei contra Cássio, pois, entendi que aquele rompimento era desnecessário, e que os dois ( Cássio e Ricardo ) deveriam caminhar juntos e estarem juntos até hoje, aliás, sempre dizia, que se permanecessem juntos, iriam comandar a Paraíba por muitos anos.
Bom, tudo foi diferente, Ricardo, ganhou, Cássio, perdeu e ainda hoje estão separados politicamente, porém, ache ruim quem achar, Ricardo e Cássio, são as duas principais lideranças da Paraíba e a eleição vindoura, vai sim, passar pelos dois. Tenho defendido a união política de todos para 2018, a famosa CHAPA DOS SONHOS, no entanto, sei que não será fácil, porém, também sei que não será impossível, pois, na Paraíba, TODOS, já estiveram juntos e misturados,TODOS!
Sem dúvida, Cássio, é realmente uma grande liderança política na Paraíba e no Brasil. Apesar de algumas picuinhas e querelas políticas, tem ajudado muito a Paraíba e seu povo. Realmente, é um grande Senador da República! Tem também, cometido alguns erros políticos, a exemplo de 2014, porém, tem também amadurecido bastante, afinal, Cássio, sabe o que sofreu por ocasião da sua cassação como governador, onde naquela  época, tinha gente “mui amiga”, que cortava caminho e lhe dava as costas, quando lhe avistava de longe.
Cássio, também sofreu muito quando perdeu seu querido, divino e amado pai, o saudoso poeta, Ronaldo Cunha Lima. Sofreu com a derrota inesperada para o governo do estado em 2014. Sofreu também, com a sua separação, pois, Sílvia, mãe dos seus filhos, foi uma grande 1ª dama da Paraíba, discreta, mulher digna e honesta. Ultimamente, esteve com alguns problemas de saúde, se afastou do Senado por 4 meses, melhorou, casou-se mais uma vez e está aí, firme e forte, e em plena articulação política para 2018.
Participou ativamente a favor do impeachment da ex-presidente Dilma, e por isso, continua sendo chamado de golpista, sofreu algumas vaias dentro e fora de aviões, no entanto, de maneira serena tem enfrentado tudo de cabeça erguida. Com relação ao impeachment, respeito às opiniões em contrário, porém, não considero Cássio, golpista, pois, para mim, não houve golpe político algum, houve sim, um impeachment, totalmente legal, constitucional e necessário.
Agora, Cássio, está no bloco oposicionista, bloco esse, formado em 2016, onde ninguém confia em ninguém e todos andam pisando em ovos para não desagradar o “companheiro” ao lado. Cássio, tem sofrido tanto ultimamente, que até “carão”, tem recebido de aliados históricos. Já pensou? É a vida! Mas, Cássio é Cássio, para mim, a 2ª maior liderança do estado e se brincar, com força suficiente para se tornar governador em 2018.
Atualmente, é vice-presidente do Senado, e comenta-se nos bastidores que poderá inclusive, ser candidato a vice-presidente da república no próximo ano. E tudo isso é muito bom para a Paraíba. Tanto Cássio, quanto Ricardo, cada um ao seu estilo, tem condições de ser até Presidente da República. Por que não? Como paraibano, independente de posições político-partidárias, torço por qualquer paraibano que tenha ou que possa ter destaque nacional e internacional.
Mas, hoje é o aniversário de Cássio, que completa 54 anos de vida. Que nessa importante data de sua vida, mais maduro, ele possa refletir cada vez mais sobre a vida e a atividade política. Que ele se lembre que o Brasil e a Paraíba estão mudando. Que ele possa mudar, renovar e melhorar as suas práticas e ações políticas, afinal, só não muda quem não mais existe. Que ele continue lutando cada vez mais pela Paraíba e seu povo. Mesmo sem ser Deus, que ele saiba perdoar. Sendo cristão, que ele saiba pedir perdão. A vida é interessante, nada melhor do que um dia atrás do outro. Saúde e sucesso sempre!
Viva o senador Cássio Cunha Lima!

Leia Também:   Um tsunami ameaça a aliança entre Cássio, Maranhão e Luciano Cartaxo - Por Gilvan Freire

Fonte: polemica


Compartilhe esta notícia com os seus amigos


Comentários

Comentários