A PARAÍBA PERDE: “Porque Manoel Júnior não será Ministro da Saúde” – Por Walter Santos

Publicado por:

Publicado em :

12779727605_3c87a76bb4_k (1)

Deputado federal Manoel Junior
BRASILIA – Embora haja alta expectativa quanto ao anúncio do novo corpo de Ministros da equipe Dilma Rousseff, nos bastidores tem-se como certo a ascensão do deputado federal Marcelo Castro, do Piauí, como Ministro da Saúde em Pasta que fora do deputado federal Manoel Junior até antes da viagem da presidenta aos Estados Unidos.

Diante deste contexto, surge a pergunta básica: o que houve para afastar Manoel Junior do cargo anteriormente consolidado?

Foram vários fatores, sobretudo a “queimação” na Grande Mídia de que ele impunha e defendia pautas conservadoras, como a liquidação do SUS, o fim do Mais Médicos, a favor da privatização da Saúde.

44 entidades ligadas à saúde de todo Brasil invadiram as Redes Sociais contrárias ao parlamentar.

Pesou também a exposição de que ele estava ligado ã CPI da Pistolagem, cujos subsídios e exploração começaram a partir do Estado da Paraíba. Neste último caso, a reportagem diz que a PF não inclui Manoel Junior, mas a defesa dada a ele foi escondida.

Mas, embora sua indicação pelo PMDB da Câmara servisse de articulação para neutralizar o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, eis que sua aproximação com o deputado carioca serviu de pretexto mais queimação ao seu nome.

Pelo sim, pelo não o deputado não quis fazer sua defesa na hora certa, dai acabou mais uma vez atingido pelos petardos de seus opositores.


Compartilhe esta notícia com os seus amigos


Comentários

Comentários