Faça parte do Polêmica Paraíba

(83) 99108-0661

Na Copa do Mundo dos sacerdotes, padres brasileiros vencem o Vaticano

Publicado por:

Publicado em :

Rio – Graças a “São Carlos”, como está sendo chamado o goleiro, e padre, Carlos Gomes, de 37 anos, o time de sacerdotes brasileiros, representado pelo Colégio Pio Brasileiro, passou neste domingo às quartas de finais na 11ª Clericus Cup, a Copa do Mundo dos Sacerdotes Católicos, ao vencer nos pênaltis a equipe do Vaticano por três a dois. Não é pecado, mas, na verdade, Carlos acabou usando sua vasta experiência, herdada de quando foi arqueiro, de verdade, do Goiás Esporte Clube.

No tempo normal, com gol de padre Wagner Carvalho, da Diocese de Picos, no Piauí, meio campista, que trocou de batina, ou melhor, de camisa, com outro colega de altar, Cristiano, no decorrer do jogo -, o Colégio Pio empatou no tempo normal com o Vaticano, em um a um. Wagner ainda oltou a marcar nos pênaltis.

“Na verdade, os dois foram nossos heróis neste domingo”, elogia padre Neimar, capitão do time e idolatrado pela torcida por ser xará (com I) do craque Neymar da Seleção Brasileira. Os padres Anevair e Rafael também marcaram nos pênaltis. A próxima partida dos padres brasileiros é contra o Mater Ecclesiae, de Roma, no dia 26.

Na semana passada, o Pio Brasileiro, formado por padres e seminaristas que estudam em Roma, despachou por 2 a 1 o Chape Cusmano Belga. O herói desse jogo foi o pároco Leandro Nunes, lateral direito de 35 anos, de Volta Redonda, no Sul Fluminense, que salvou a equipe ao impedir um gol do adversário em cima da linha.

Campeonato reúne 404 padres

O Campeonato Mundial Pontifício, como também é conhecida a competição, reúne 404 padres de 66 nacionalidades em 18 times. As regras são um pouco diferentes do futebol convencional. O tempo para cada lado é de 30 minutos e não 45. E há apenas um cartão, de cor azul, que, diante de alguma indisciplina, digamos, menos religiosa, bota o faltoso para “pensar e se arrepender do que fez” por pelo menos oito minutos.

Leia Também:   Anderson Silva sugere que torcedor peça dinheiro do UFC Rio de volta

“Xingar a mãe do juiz, nem pensar”, diz o sacerdote volta-redondense, Leandro, sem conter o riso. Sob as bênçãos do Papa Francisco, os atletas de Cristo são estimulados nas partidas a exercerem a convivência fraterna, cooperação e amizade. A melhor performance dos brasileiros no campeonato foi em 2010, com um tímido terceiro lugar. Quem quiser acompanhar o campeonato e, claro, torcer pelo Brasil, basta acessar o site www.clericuscup.it.

Fonte: O DIa


Compartilhe esta notícia com os seus amigos


Comentários

Comentários