Auto Esporte vai em busca de quebrar jejum contra o Botafogo-PB

Publicado por:

Publicado em :

Com apenas um ponto separando Auto Esporte, Treze e Atlético de Cajazeiras, o Alvirrubro entra em campo neste domingo, no Almeidão, pressionado por uma vitória sobre o Botafogo-PB, líder do certame, para se manter no G4 do Campeonato Paraibano.
A missão do Auto, contudo, é espinhosa. Isso porque o técnico Maia tem quatro desfalques para o clássico. O meia Gil Bala, o volante Emerson Bastos e os alas Tadeu e Samuel – este seria o substituto imediato para Tadeu -, estão suspensos pelo terceiro amarelo.
Além disso, para se manter dentro do grupo de classificação para a próxima fase, o Auto Esporte vai ter que quebrar um jejum que já dura quase três anos. A última vez em que o Auto Esporte saiu vitorioso de um Clássico Botauto foi no dia 13 de abril de 2014, naquela ocasião os automobilistas venceram por 1 a 0. De lá para cá foram sete confrontos, com cinco derrotas e dois empates.
No Botafogo-PB, a cobrança sobre o time comandado por Itamar Schülle é a mesma: melhores atuações. O alvinegro da estrela vermelha lidera o estadual, com três pontos de vantagem para o Campinense, mas ainda sem apresentar atuações convincentes.
Para o clássico, contudo, o treinador botafoguense vai ter o desfalque do lateral-esquerdo Fernandes, que vinha sendo aproveitado no meio-campo. Por outro lado, o zagueiro Plínio retorna de suspensão, assim como o volante Djavan. Com isso, é possível que Schülle improvise o meia-atacante Roger na ala esquerda.
A novidade no time deve ser o volante Val, que assinou contrato nesta semana e já foi regularizado. O jogador estava treinando na Maravilha do Contorno com o restante do elenco, há algumas semanas, para manter a forma, já que estava sem clube.
A arbitragem do Clássico Botauto fica por conta de João Bosco Sátiro, com Kildenn Tadeu e Josiel Ferreira. O árbitro reserva é Wagner Venceslau.
Prováveis escalações:
Auto: Danilo; Tiago Bob, Fábio Bilica e Jefferson; David, Naldo, Léo Lima e Bruno; Cesinha, Van Basten e Isaías. Técnico: Maia.
Botafogo-PB: Michel Alves; Lito, Plínio, Bruno Maia e Roger Junio; Djavan, Sapé, Val e Marcinho; Wanderson e Rafael Oliveira. Técnico: Itamar Schülle.

Fonte: Voz da Torcida


Compartilhe esta notícia com os seus amigos


Comentários

Comentários