Exército foi sondado para decretar estado de defesa, diz general

Publicado por:

Publicado em :

 

A entrevista desta semana de “Veja” promete ser bombástica. Isso porque o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, revela que “políticos de esquerda” sondaram a instituição sobre um possível decreto de estado de defesa no ano passado.

Segundo ele, durante os últimos dias do governo Dilma Rousseff (PT), aliados foram até a assessoria parlamentar do Exército no Congresso Nacional e perguntaram como a instituição receberia a medida — que tem como objetivo “preservar ou o restabelecer a ordem pública ou da paz social ameaçadas por grave ou iminente instabilidade institucional”.

O objetivo seria conter as manifestações que ocorriam contra o governo. Villas Bôas diz que as Forças Armadas ficaram “alarmadas” e rechaçaram de plano a possibilidade. A entrevista completa sai na edição deste domingo (23/4) de “Veja”.

Leia Também:   Chega ao Brasil tecnologia que transforma plástico reciclado em tijolos

Fonte: Veja


Compartilhe esta notícia com os seus amigos


Comentários

Comentários